7 dicas para ter negócio e vida pessoal (sem enlouquecer)

 

Ter um negócio próprio exige muita dedicação. Diferente da vida de empregado, os horários de trabalho não são pré-definidos e o sucesso da empresa depende de você como nunca. No meio do caminho, o tempo para o lazer pode ser prejudicado.

Por outro lado, sem um chefe para cobrar o seu trabalho, é bem possível que o empreendedor de primeira viagem acabe deixando o negócio de escanteio para privilegiar a vida pessoal, o que pode ser fatal para o empreendimento.

Sendo assim, como conseguir abrir o negócio dos sonhos, fazer com que ele dê certo, e ainda ter tempo para os amigos, para a família ou apenas para descansar? EXAME.com ouviu três especialistas e separou os principais conselhos para realizar essa separação na sua vida. Veja as dicas:

1. Monte um negócio que o inspire

O primeiro conselho: só monte um negócio próprio se houver algum sonho seu envolvido nele. Caso contrário, sua vida pessoal parecerá ainda mais tentadora, acabando com a dedicação profissional.

2. Siga os planos

Planejar é essencial para conseguir conciliar sua empresa com atividades pessoais. Só assim você terá clareza do quanto precisa trabalhar para que o negócio dê certo. Porém, além de anotar tudo que seu negócio pretende fazer, é preciso estar aberto a correções ao longo do caminho. Muitas vezes, algumas fases do negócio exigem mais dedicação e isso precisa ser considerado.

3. Converse com a família

Nem sempre dará para equilibrar as duas coisas: em certas épocas do negócio, especialmente no início, pode ser preciso abrir mão de compromissos com amigos, o cônjuge ou filhos em prol do crescimento da empresa. Por isso, tenha uma longa conversa com as pessoas importantes para você antes de decidir abrir um empreendimento. “É importante que o casal converse entre si, por exemplo, e um possa cobrir as tarefas domésticas do outro eventualmente”, diz José Balian, professor do curso de administração da ESPM.

4. Faça amizade com o relógio

Um passo essencial para que o empreendedor consiga equilibrar trabalho e lazer é ter muita organização do tempo. “Quem tem negócio próprio deve saber exatamente quando começar a trabalhar e quando terminar”, afirma Eduardo Mendonça, da ActionCOACH.

5. Aproveite que o negócio é seu e monte uma agenda produtiva

Além de definir exatamente quantas horas você irá trabalhar, há outro benefício em ser dono do seu próprio negócio: é possível escolher trabalhar no turno em que você é mais produtivo (ou no turno em que sua família e amigos não estão disponíveis), seja manhã, tarde ou noite.

6. Divida para conquistar

Se você quer fazer seu tempo render, é preciso aprender algo que todo grande empreendedor faz: delegar. Em vez de fazer tudo por conta própria, arrume sócios e funcionários que possuam forças diferentes das suas.

7. Separe muito bem suas contas

Falando em divisões, uma falha que muitos empreendedores iniciantes cometem é colocar as contas pessoais e as da empresa na mesma cesta: o lucro da empresa é o salário do dono do negócio; e, quando este precisa financiar uma dívida, acaba retirando do montante que seria fundamental para o crescimento do negócio.

“Essa é uma prática muito ruim, mas muito comum também”, sentencia Mendonça, da ActionCOACH. Isso acontece porque a maioria das pessoas que abrem um negócio querem pagar suas contas pessoais como principal objetivo, e não construir um negócio sustentável. A empresa passa a pagar contas pessoais e não ter lucratividade para reinvestir em si mesma.”

O coach recomenda ter contas totalmente separadas: se você usa cartões de crédito, por exemplo, tenha um para assuntos pessoais e outro para a empresa.

 

Fonte: http://exame.abril.com.br/pme/noticias/7-dicas-para-ter-negocio-e-vida-pessoal-sem-enlouquecer

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *